Tratamento para o Couro - 1920

Graxa para couro de cromo- Tintas - Pasta Polidora  - Goma Brilhante - Verniz para Couro - Impermeabilização

O couro curtido a cromo é libertado do seu conteúdo de ácido mediante uma lavagem com uma solução de bórax, carbonato sódio, giz, etc., e depois, engraxado. As graxas
comuns do mercado são constituídas, principalmente, por misturas de sabão com graxa insaponificada, e possuem um conteúdo total de graxa entre 20 e 70%.

Graxas para couro.

As graxas para couro são misturas de óleo de peixe, óleo vaselina, sebo, lanolina, etc., às quais se adiciona um pouco ceresina.

1. Graxa para couro preto. 

Derrete-se 30 grs. de vaselina adicionado com 5 grs. de fuligem,  e complementa-se, sob revolução,  mais 70 grs. de vaselina.

2: Dissolve-se cebo em óleo de fígado de peixe quente e adiciona-se 100 grs. de glicerina por cada 400 grs. desta solução.

3. Mistura-se 250 partes de óleo de vaselina — 250 partes de óleo de colza — 250 partes de óleo de rícino — 250 partes de óleo de peixe — 2 partes de nitrobenzol.

4. Graxa para couro fino. 

 50 grs. de óleo de terebentina 100 grs. de óleo vegetal — 40 grs. de cera carnaúba — 15 grs. de asfalto — 2 grs. de nitrobenzol, são derretidos no banho-Maria.

Tinta preta para couro.

a.—8 partes de bicromato de potássio
   — 320 partes de sulfato de ferro
   — 40 partes de sulfato de cobre
   — 2500 partes de água são dissolvidas e filtradas.

Depois disso,  prepare outra solução  pelo modo seguinte:

b. —2500 partes de água são aquecidas, e dissolve-se nesta água 38 partes de preto de anilina e 2 partes de azul de anilina.
Esta solução deixa-se esfriar antes de mistura-la à outra solução.

O couro a ser tingido deve ser escovado, antes, com uma mistura de l parte de amónia líquida e 25 partes de água. Depois aplica-se a tinta mediante uma outra escova.

Tinta de bronze para couro.

Pó de bronze é preparado com uma solução de l parte de tanino em 20 partes de álcool. Esta mistura é aplicada mediante uma esponja ou um pincel.

Tinta para polir as solas.

Num cadinho, derrete-se 32 grs. de cera de carnaúba e mistu­ra-se a massa quente com uma solução quente de 5 grs. de sabão sódico e 7,5 grs. de carbonato de potássio em 150 grs. de água dis­tilada.
Adiciona-se à mistura homogénea uma solução, preparada a quente, de 10 grs. de bórax e 80 grs. de caseina em 250 grs. de água, além disso uma solução de 1,5 de ácido salicílico em 5 grs. de álcool e, finalmente, um pigmento.
Para a coloração emprega-se: para amarelo: ocre; para castanho: umbra; para preto: uma mis­tura de nigrosina e fuligem.

Tinta preta para couro curtido.

Derrete-se 10 grs. de cebo
— 6 grs. de óleo de peixe
— 4 grs. de ceresina
— e adiciona-se 4 grs. de sabão de cebo e, finalmente, l gr. de sulfato de ferro e 2 grs. de fuligem.

Pasta polidora para couro.

50 grs. de terebentina — 100 grs. de goma-laca — 420 grs. de álcool — 10 grs. de extrato de campeche — 3 grs. de dicromato de potássio — 5 grs. de sulfato de índigo. A goma-laca é dissolvida no álcool, e a esta solução adiciona-se as demais substâncias.

Pasta polidora para couro de cor.

10 partes de cera de carnaúba — 30 partes de óleo de tereben­tina — 15 partes de água — 15 partes de sabão fino.

Verniz para couro.

1. Aquece-se 480 grs. de álcool com 20 grs. de, óleo de tere­bentina, sob revolução, adiciona-se 80 grs. de goma-laca e 20 grs. de sandarac e, depois da dissolução, 40 grs. de terebentina espessa. Deixa-se esfriar, e adiciona-se 10 grs. de fuligem preparada com um pouco de vinagre. Antes do uso, o preparado deve ser agitado

2. Verniz de cor castanho claro para couro.
Em 3,575 litros de álcool dissolve-se, sem aquecimento, 500'grs. de goma-laca — 500 grs. de sandarac — 174 grs. de cânfora — 22,5 grs. de óleo da alfazema.

3. Verniz sem álcool, 
    a) Em 30 partes (em peso) de água fervente dissolve-se 1,5 partes (em peso) de bórax e 4 partes (em peso) de goma-laca. Além disso, dissolve-se 2 partes (em peso) de extrato de campeche e 2 partes (em peso) de sulfato de ferro em 3 partes (em peso) de água. Esta solução é adicionada à solução de goma-laca e agitada bem. O verniz tem uma. cor esverdeada, que se torna rapidamente preta,
   b) 150 grs. de. goma-laca e 50 grs. de bórax são dissolvidos, no banho Maria, em 800 grs. de água; filtra-se e adiciona-se 10 grs. de nigrosina.

4. Verniz preto.

30 grs. de colofônio — 60 grs. de sandarac — 120 grs. de goma-laca são moidos e dissolvidos em 900 grs. de álcool. Esta solução mistura-se com 30 grs. de terebentina, e adicio­na-se, depois da filtração, 15 grs. de fuligem fina preparada com um pouco de álcool.

5. Verniz preto.

— 85 partes de goma-laca
— 20 partes de san­darac
— 15 partes de mástique
— 30 partes de terebentina de Venezia
— 10 partes de preto de anilina solúvel em álcool
— 1000 partes de álcool de 95%.

Verniz para objetos rijos de couro.

Põe-se numa garrafa de folha em água quente (não fervente), e dissolve-se na mesma 227 grs. de mástique e a mesma quantidade de terebentina espessa em 2,2 litros de álcool.

Goma brilhante para couro.

1. 4 kgs. de água são aquecidas até a ebulição. Nesta água deita-se 650 grs. de goma-laca vermelha — esparge-se sobre esta solução 150 grs. de bórax cristalizado e continua-se fervendo até a dissolução completa.
Depois disso, adiciona-se cerca de 125 grs-de nigrosina solúvel em água.
De outro lado, prepara-se uma mis­tura de 100 grs. de glicerina e 10 grs. de amónia líquida, que se adiciona à primeira solução.
Toda a mistura é filtrada por um pano de linho, e depois adiciona-se 5 grs de aldeído fórmico.

2. 19 partes de bórax são dissolvidos em 500 partes de água, com aquecimento, numa caldeira de cobre. Depois da dissolução, adiciona-se, sob revolução contínua, 75 partes de goma-laca pulve­rizada. Tendo-se dissolvido a goma-laca, junta-se 9 partes de preto de anilina e 0,3 partes de azul de anilina, dissolvidos em 10 partes de água e 5 partes de álcool de 95%.

3. —6 partes de galipot
    — 12 partes de goma-laca
    — 6 partes de lixívia de sódio de 38° Bé
    — 2 partes de bórax
    — 100 partes de água.
Esta mistura é fervida até a dissolução completa. Depois, filtra-se e adiciona-se uma solução de 4 partes de prelo de anilina em 30 partes de água quente.

Para obter outras cores, emprega-se as tintas anilinas corres­pondentes, em lugar do preto.

4. Goma para couro de cor amarela.
— 24 partes de cera ama­rela
— 5 partes de potassa
— 1,5 partes de sabão sódico
— 72,5 partes de água; ferve-se estas substâncias até se formar um líquido láteo.
A este líquido adiciona-se 50 partes de óleo de terebentina e 0,6 partes de amarelo de anilina, dissolvida em 5 partes de álcool de 95%.

Goma impermeável para couro.

1. Derrete-se 1 kg. de parafina dura com 300 grs. de óleo de linhaça e adiciona-se a esta massa um pouco de nigrosina. Esta massa é vasada em pequenos moldes chatos, para formar assim chapinhas de cerca de 100 grs. cada uma. O couro é esfregado com esta massa, sem aquecimento, e depois da aplicação, passa-se forte­mente com um  pano.

2. 1 kg. de óleo de linhaça ferve-se com resinato de manganês e adiciona-se 1/2 kg. de graxa de carneiro — 200 grs. de cera de carnaúba — 130 grs. de colofônio.

Impermeabilização do couro.

8 partes de cebo são derretidas com 4 partes de óleo de linhaça e 1 parte de borracha, em pedacinhos. Depois do esfriamento, mis­tura-se a solução em 12 partes de verniz de âmbar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário